Blog do Leo Santana


Tempo, temp, tem, te, t...

Talvez esse seja o maior empecilho para mim, como artista, de produzir mais e melhor: Tempo! Ou a falta dele. Não tenho ilusões de que se é preciso viver, ganhar o seu dinheiro honestamente e sustentar a mim e a minha família. Por isso não abro mão, nem jamais vou abrir, do meu trabalho. Mas , o fato de ter que prestar dois expedientes inteiros, engessa quase todo o meu dia.

Não que isso seja um problema para escrever, arranjar parcerias ou produzir hqs. O problema da falta de tempo afeta é justamente na outra ponta: a de editor. Ou seja, não dá pra sair e procurar patrocínios, conversar com pessoas e vender a idéia de uma hq ou de uma publicação, correr atrás de gráficas, conhecer melhor os mecanismos de meios de produção, procurar leis de incentivo a cultura ou, até mesmo, divulgar seus produtos em feiras, eventos, etc.

É isto que eu acho uma das coisas mais revoltantes conosco, com os artistas nacionais. De um lado, você tem gente como eu, com gana de chegar a algum lugar, vontade e disposição, mas sem tempo livre.

Do outro, você tem um monte de artista que tem muito tempo livre mas não tem a menor iniciativa de correr atrás do que é seu. Ainda preferem ficar esperando que alguma editora internacional desça de um disco voador pela ponta de um arco-íris para levá-los para o mundo dos tijolinhos amarelos dos Estados Unidos do Titio Bush.



Escrito por Leo Santana às 12h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




A Inveja existe ?

Existe, sim. E , por isso, convêm ser cauteloso. Não se expor demais. Não deixar aparecer mais do que o suficiente e depois, sequer, tocar no assunto.

Mas, num trabalho como o nosso, no qual trabalhamos para um mercado que não existe e não necessita de nós, precisamos mostrar o que estamos fazendo. Só assim conseguimos chamar alguma atenção para nosso trabalho e, assim, encontrar parcerias com desenhistas e editores.

Portanto, eis a cruz e a espada. Mostrar e esconder. Por que enquanto existe 1 torcendo por você, existem 10 querendo que você se estrepe (Pode parecer vergonhoso, mas, acreditem, é verdade!).

Outra dica que dou, é que fale sobre o seu trabalho, mas mantenha em segredo aonde ele vai sair até o momento em que ele for aprovado. Mesmo que seja num fanzine. Se ele estiver sendo produzido a revelia do local da publicação (Você não sabe aonde vai publicar e nem se vai), aí, você pode relaxar um pouco mais quanto a isso.

Mas, se serve de consolo, existe uma coisa que vocês podem fazer que vai ajudar a não se preocupar muito com tudo isso: o fato de vocês se saberem os melhores, os eleitos, os verdadeiros artistas, os vencedores. Por que artista de verdade não é aquele que desenha rabiscos melhor que o outro ou que sabe aonde acentuar uma crase. É aquele que produz a sua arte (seu trabalho), seja bonita ou feia aos olhos alheios (Vide Van Gogh enquanto vivo) e manda esses invejosos de mierda pra puta que lhes pariu.

P.S. Perdoem o meu francês.



Escrito por Leo Santana às 15h33
[   ] [ envie esta mensagem ]




3 dias (quase totalmente) inúteis.

Sexta-feira foi feriado aqui em Pernambuco. Fiquei sexta, sábado e hoje em casa. E o que poderia ter sido uma puta temporada para adiantar um monte de coisa se mostrou 3 dias praticamente inúteis. Sexta, foi uma sexta-feira 13, onde tudo dava errado. Até quando resolvermos sair, o carro deu uma enguiçada, sem falar outras coisitas mais. Chegou o sábado e as coisas pareciam melhores mas uma dor de cabeça (enxaqueca filha da puta!) me derrunou no meio da tarde e não foi mais embora nem com analgésico, vicky vaporube, pano de álcool e chá de erva-doce (O que é que isso tem a ver?). Hoje, domingo, a dor ainda vem e vai me impedindo de ficar muito tempo no computador. Só respondi alguns e-mails, atualizei o blog e o flog e escrevi duas notícias pro Bigorna.

Ou seja, estou trabalhando no meu limite.

Aposto que amanhã, quando voltar a trabalhar e não tiver tempo para as minhas coisas, vou estar ótimo. Uma tremenda injustiça!

A parte boa é que boa parte do roteiro dos súperos já está engendrada na minha cabeça. Falta só arrumar as pontas soltas, achar um final legal e começar a escrever.

Isso é uma outra coisa interessante (Bem mais interessante que meus problemas físicos): meu processo de criação! 90% do tempo que demoro para escrever um roteiro eu gasto sem escrever nada. É isso mesmo! 90% do tempo eu gasto pensando no que eu quero dizer, contar, mostra e como fazer tudo isso. Só quando tenho quase tudo pronto, é que começo a escrever. E daí, só chego a gastar 10% de todo o tempo escrevendo (Pois já está tudo resolvido).

Ah, o meu flog foi atualizado. Uma belíssima página feita por Allan Goldman. O link é o último aí do lado (LSFLOG)



Escrito por Leo Santana às 18h46
[   ] [ envie esta mensagem ]




Provações

Tem dias em que dá tudo errado. Em dias assim, não há muito o que fazer. Talvez um respirar profundo, uma oração sincera e esperar que o dia seguinte chegue logo com uma nova vibração. Mas, mesmo em dias assim, com um pouco de sorte (ou talvez de pessoas que realmente lhe amam e estão sempre perto de você), talvez você perceba que nem tudo deu realmente errado e que no final, o maior problema esteve sempre em sua cabeça.

Assim é a vida. Uma roda-viva, com na canção de Chico Buarque.

Até amanhã. Com certeza, um melhor.



Escrito por Leo Santana às 23h15
[   ] [ envie esta mensagem ]




A volta dos Super-heróis

Os Super-heróis estão voltando. Estão voltando e exigem a minha presença. Há algum tempo atrás, eu havia decidido que, com a exceção de Cabala, não iria mais escrever histórias de super-heróis. por quê ? Pela simples razão de que eu achava que escrever histórias de super-heróis não iria me garantir que eu fosse avaliado seriamente por editores e outros autores.

Como eu posso explicar isso melhor ? Muita gente que se diz artista simplesmente não te leva a sério com um igual se você só fizer super-herói. É estupidez? Eu acho que é mas quando você está em Roma,...bem, vocês já sabem.

Foi por isso que eu tomei a iniciativa de me dedicar a outros temas menos Super-heroísticos. O engraçado, porém, é que você pode fazer uma ficção com muita ação e adrenalina e, ainda assim, as pessoas lhe olharem menos torto pelo simples fato do personagem principal não poder voar ou soltar raios pelas mãos.

Bom, isso não significa que eu odeie super-heróis. Ao contrário: eu os adoro! O que eu não gosto é de histórias ruins. E devo concordar que 98% de tudo o que é feito por aí, é puro lixo. Mas, vamos voltar ao tema.

Acontece que, de uns tempos para cá, os super-heróis vem me cercando e, quando eu percebi, já estava totalmente imerso em seus universos novamente. primeiro foi o Francinildo Sena que me cobrava (é certo que há muito tempo) um roteiro pro Crânio. Depois foi o Maurício Fig que me chegou com Os Súperos. Depois, uma turma de artistas que admiro muito, me convidaram para escrever aventuras de um de seus personagens (que ainda é segredo), e eu não pude dizer não (Estão achando que eu ia perder uma chance dessa?). Agora, o grande amigo Lorde Lobo já vem me sondando para continuarmos um projeto com o seu personagem, o Pentalfa.

Não me entendam mal: Eu estou adorando poder voltar a esse mundo maravilhoso. Eu adoro escrever aventuras. adoro inserir dramas humanos nessas aventuras. Foi com uma dessas aventuras que eu ganhei o meu primeiro prêmio e que a Brado retumbante tem hoje sua personagem mais querida. É até lisonjeiro quando, as vezes, as pessoas se confundem e pensam que a cabala foi criada por mim. Na verdade ela foi criada pelo Lula Borges. mas gosto de pensar (Egocêntrismo?) que eu lhe dei uma alma. Uma boa e doce alma.

Independente de super-heróis ou temas menos fantásticos, o artista tem que ser versátil. E eu gosto de passear entre o popular e o 'erudito' para confundir as cabeças daqueles artistas que ainda só conseguem enxergar um dos dois lados da brincadeira.



Escrito por Leo Santana às 22h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




Novo Fotolog ?!?!?!

É isso mesmo! Novo FOTOLOG. Dá uma olhadinha lá que eu explico melhor.

Clique aqui



Escrito por Leo Santana às 13h21
[   ] [ envie esta mensagem ]




Hoje tem nova Coluna Vertebral

A lei dos 20% e os quadrinhistas nacionais 

Também tem a 2º parte da Crise nos Infinitos Gibis  por Gonçalo Junior



Escrito por Leo Santana às 12h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




Entrevista: Deputado Simplício Mário, criador do Projeto de Lei 6581/06

http://www.bigorna.net/index.php?secao=entrevistas&id=1150261433

Valeu a minha insistência. Finalmente, ao invés de criarmos conjecturas a respeito da lei, sabemos um pouco mais do próprio autor da proposta.



Escrito por Leo Santana às 13h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




Brasil 1 x Croácia 0

E eu perdi 10 pratas. Apostei em 3x1. Vai ser otimista assim lá na casa do cacete!!!!! Mas nem tudo é notícia ruim. Ao contrário! De ontem para hoje tive duas notícias super-legais.

A primeira é um convite para escrever um roteiro de um super-herói para uma importante revista independente. tcham tcham  tcham. Mistério....

A segunda é que eu consegui uma entrevista exclusiva com uma das pessoas mais comentadas nos últimos meses dentro dos quadrinhos nacionais. tcham tcham  tcham. Mais Mistério.... Mas este, eu posso revelar que em breve deve estar aparecendo no Bigorna. Aí vocês descobrirão de quem estou falando.

Agora é torcer pro Brasil ganhar de 4x1 no próximo jogo para eu recuperar as minhas 10 pratas perdidas.



Escrito por Leo Santana às 18h29
[   ] [ envie esta mensagem ]




Mais um trabalho Selecionado

A hq A CADEIA, escrita por mim e desenhada pelo FAT (Fábio Turbay, quem ainda não conhece, anote esse nome que esse cara ainda vai dar o que falar em matéria de desenhos) foi selecionada na categoria HQ para o FIHQ que está acontecendo em aqui Pernambuco.

Como criador eu sou suspeito por que sempre me orgulho de quase todos os meus trabalhos. Mas este tem um saborzinho especial por que gostei muito do resultado. E o Fábio foi muito feliz na execução do mesmo.

Vocês podem conferir o trabalho na página do Fábio e depois vir aqui comentar o que acharam. Quem não comentar eu quero que fique careca e barrigudo (Mesmo que você seja uma mulher!)

http://comicartfans.com/GalleryRoom.asp?GSub=26638

De quebra, vocês vão poder ler algumas outras hqs curtas igualmente legais produzidas pelo Fábio.



Escrito por Leo Santana às 22h04
[   ] [ envie esta mensagem ]




Considerações Sobre o FIHQ

O Festival Internacional de Humor e Quadrinhos iniciou-se último dia 05 de junho e algumas mudanças sutis já podem ser percebidas por aqueles que melhor se debruçarem sobre o evento.

Em primeiro lugar, está, para a minha surpresa, o fato dele ter iniciado sem o menor alarde por parte das mídias especializadas. Mas não acredito que isto seja culpa das mídias uma vez que, eu mesmo, que moro em Pernambuco, só fiquei sabendo do início do festival depois que ele aconteceu. Está certo que meses atrás fomos informados que o festival iria acontecer dia 05 deste mês mas me espanta que os organizadores do evento tenham esquecido de divulgar o dia mais importante do festival (Que é sua abertura) entre as mídias especializadas. Só para vocês terem idéia de como eu fiquei sabendo que o festival havia começado, eu vi um link no neorama que apontava para uma edição eletrônica de um jornal local. E foi só.

Depois de iniciado o festival, aí sim, vieram as notícias dos ganhadores. Acho que um mérito muito maior dos jornalistas que correram atrás da notícia do que de uma acessoria de imprensa eficiente.

A verdade é que os organizadores do festival resolveram controlar a informação como se fosse mais interessante apontar quais os meios de comunicações que deveriam ter o privilégio de divulgar o festival. O problema é que isso não ajuda em nada ao próprio evento.

Segundo ponto: O FIHQ deixou de ser FIHQ-PE! Parece uma bobagem essas duas siglas após o nome do festival mas trata-se de um inteligente amalgáma juntar o nome do festival ao estado onde ele acontece num só logo por que isso fortifica o vínculo entre o evento e o nosso estado. Não raro hoje, ele faz parte de nosso calendário cultural. Mas, para os novos organizadores do evento, o "PE" não tinha a menor importância e foi simplesmente suprimido.

Que dizer então? Estamos diante do 8º FIHQ-PE ou do 1º FIHQ ? O FESTIVAL INTERNACIONAL DE HUMOR E QUADRINHOS que temos este ano é a mesma edição que tivemos o ano passado ou é um novo?

Vejamos um puco da história do FIHQ (o "PE"). Ele foi criado pelo chargista e ilustrador Laílson de Holanda Cavalcanti no ano de 1999 quando este era, então, o presidente da Associação de cartunistas de Pernambuco (ACAPE), entidade que ele , também, ajudou a criar. Certo é dizer que uma andorinha só não faz verão mas também é ainda mais certo dizer que a realidade do FIHQ, hoje, deve-se e muito aos esforços de Laílson que, além desse, também criou e organizou os salões nacionais de humor de Pernambuco (83 e 84), Festival de Humor do Recife (86), Salão de Humor na Imprensa (91), mostra em outdoors O Riso Na Rua (95), do Seminário O Humor na Imprensa do Ano 2000 (98).( Veja aqui na biografia do autor http://www.lailson.com.br/bio2.htm)

Mas, desde o ano passado, uma nova presidência assumiu a direção da ACAPE e desde então, muita coisa está sendo reescrita. E alguém me diga se é para melhor ou para pior por que eu ainda não consegui descobrir. Um exemplo disso pode ser tirado da própria página da ACAPE (http://acape.org.br/fihq2006/) onde vemos na apresentação do FIHQ 2006 (Sem o "PE"), um pouco da história do festival onde o nome do Laílson foi completamente "esquecido". Ou seja, a pessoa que mais fez pelos quadrinhos e artes gráficas de Pernambuco teve seu nome totalmente disassociado do evento como se todos os méritos da existência e importância do Festival se devesse apenas a ACAPE.

Mas o Festival tem vida própria e sua estrutura está muito bem montada e sólida. É preciso ser muito, mas muito competente mesmo para conseguir destruir tudo isso. Esperamos, sinceramente, que o FIHQ (Com ou sem o "PE") possa continuar existindo por muitos e muitos anos e que ele possa ser, de verdade, uma ferramente que ajude não só a conhecermos pessoas que fazem e acreditam nos quadrinhos pelo Brasil e mundo afora mas que também possa servir para ajudar ao nosso mercado estadual de artistas.



Escrito por Leo Santana às 14h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




Calmaria

Embora as coisas estejam meio mornas por aqui, tem muita coisa acontecendo. Comecei a esboçar o desenvolvimento do meu próprio site. É uma coisa muito legal desenvolver a parte dinâmica da coisa: cadastros, geração de thumbnails dinâmicos, relatórios e listas, e etc. A parte difícil é o design. Escolher cores e formas.

Uma coisa eu já decidi: ele vai ter uma moldura simples. Com um cabecalho e um corpo.

Fico viajando numas coisas do tipo: Cadastro de desenhistas. Esses desenhistas teriam acesso aos meus roteiros disponíveis e iriam poder selecionar um deles para desenhar, tirando-o imediatamente da lista de disponíveis. É claro que esse cadastro não seria uma cadastro que qualquer um poderia fazer. Apenas aqueles que já passaram pelo meu crivo de confiança (O que, graças a Deus, já dá pra usar mais que os dedos de uma mão para contar).

O blog, que na minha opinião é uma importante forma de conversa com os amigos e interessados nas mesmas coisas que eu, vai continuar existindo mas deverá se mudar para dentro do site.

Ainda pretendo vender as revistas que contenham histórias minhas e colocar um monte de coisas legais.

Infelizmente, isso ainda deve demorar um pouco (Coisa de 1 mês ou mais). Mas quando as coisas estiverem mais ou menos arrumadas, vocês serão os primeiros a saber.

Fui



Escrito por Leo Santana às 13h16
[   ] [ envie esta mensagem ]




O universo conspira a seu favor.

Eu nunca li nenhum livro de Paulo Coelho (Por puro preconceito mesmo! Com tanta coisa boa pra ler como Dostoievski, John Steinbeck e até mesmo charles Bukowski, por que eu i perder meu tempo com uma subliteratura de aut-ajuda?), mas essa frase, repetida a exaustão por aqueles que leram, é uma grande verdade.

Se você se dedicar realmente a uma coisa. Se essa coisa for o que você realmente quer, tudo o que você fizer vai te levar para mais perto dela.

Embora este ano eu ainda não tenha conseguido colocar tantas hqs como eu gostaria, muita semente foi plantada por aí. Laudo, Areia hostil, Prismarte, Bigorna.

Também alguns grandes desenhistas começaram a me enviar seus desenhos de projetos que temos em parceria. Como o Allan Goldman, o Carlos Brandino, o Fábio Turbay, o Ricardo Anderson, o Mauro Barbieri e o Maurício Figueiroa.

Falando assim, até parece que eu passo o dia trabalhando com quadrinhos e para os quadrinhos. Isso não é exatamente verdade. Todos esses trabalhos que estão começando a pintar, foram feitos a algum tempo atrás e só agora estão começando a pintar. Provavelmente o que estou fazendo agora, só sairá daqui a um ano ou mais. e quando sair, vai ficar parecendo que tudo foi fácil. Quando na verdade nunca é.

O que eu quero dizer é: fiquem firmes, continuem trabalhando e acreditem. Se vocês continuarem por muito tempo e com muita vontade, as coisas começarão a surgir.

Aproveito o espaço para mandar meus parabéns aos amigos e vencedores do HQ MIX 2006. Eles ficaram firmes, continuaram trabalhando e acreditaram. São eles:

Antônio Cedraz, Lorde Lobo, JJ Marreiro e cia do Manicomics, Sidney Gusman, Ao André Diniz e o Antônio Éder.

Também gostaria de parabenizar o Spacca (Grande vencedor com 4 prêmios), os irmãos Bá e Moon, Júlia Bax, ao pessoal da Mosh.



Escrito por Leo Santana às 23h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




AHQB e A TEMPESTADE

Já peguei as capas do AQHB e já montei as primeiras revistas. Então está oficialmente aberta a temporada de vendas do zine. Moléstia à parte (Como costumamos dizer por aqui), ficou bem bonitinho. Espero que agrade. O preço de R$ 6,00 é salgado mesmo mas o custo saiu muito alto. A capa é colorida em papel couchê 170 grs e o fanzine tem 44 páginas, 2 histórias e duas matérias super-legais.

Quanto a TEMPESTADE, um trabalho que estamos desenvolvendo eu e o Carlos Brandino, você podem dar uma olhada nos desenhos que ele fez aqui http://fotolog.terra.com.br/brandino1:18

Por enquanto e só pessoal



Escrito por Leo Santana às 14h01
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005


Outros sites
  # METROPOLIS
  # PRA QUÊ TANTO PODER?
  # CIÚMES
  # SOZINHO
  # SEGUNDA-FEIRA SANGRENTA
  # O CHAMADO
  Alan Moore Sr do Caos
  Alex Miranda
  All Silva
  Allan Goldman
  Areia Hostil
  Arquivos HQB
  Bad Girls Blog
  Crazy Claudinha
  Bigorna
  Brado Retumbante
  Carlos Brandino
  Clube
  Comic Art Community
  CQB
  Crazy Claudinha
  Daniel Brandão
  Denelson (Animes Free)
  10 pãezinhos
  Dumpalink
  El Lapadon
  ELMS
  Fantagraphics
  FotoLobo
  Gian Danton
  Gibi Blog
  Girls With Guns
  Glam0ur
  Hardbrasil
  Hector Lima
  International Hero
  Ivan Maurício
  JJ Marreiro
  Joacy Jamys
  Kamen Rider
  Kill My Day
  Lula Borges
  Macoratti - Programação
  Mangazinne
  Manoel
  Marcelo QM
  Márcio Takara
  Martelo
  Mauro Barbieri
  Musikaki
  Napalm Comics
  Nona Arte
  Nona Arte Blog
  Omedi
  Orbital
  Prismarte
  Prof. Gerson
  Quadrinhos Crepúsculo
  Rapadura Açucarada
  Revista Kaos
  Rodrigo Martins
  Samicler
  Sandro Marcelo
  Sci-Pulp
  Seabra
  stinkydonuts
  Seiren
  Superzines
  Time Killer
  Universo HQ
  Zine Brasil [Fotolog]
  Bubba Gump
  Jean Ok Flog
  Zona Negativa
  Marco Santiago
  Laudo
  banda erótica
  FAT
  Sivirino
  Attu Sees All
  Blogalizado
  Anderson Quespaner
  Jackson Gebien
  Warren Ellis
  Paulette
  Antônio Éder
  Relatório Alfa
  o Franco Atirador
  Gibizada
  Munich
  Fábrica de Quadrinhos
  Héroi
  HQ Maniacs
  Sobrecarga
  Candyland
  Cortante
  Neorama
  HQ NADO
  Subterrâneo
  Paulo Nery
  Joe Bennet
  Zuper blog
  Loblog
  Melhores do Mundo
  Roger Cruz
  Blog Dos Quadrinhos
  Raul TM
  LS FLOG
  Ricardo Anderson
  Baú da Grafipar
Votação
  Dê uma nota para meu blog