Blog do Leo Santana


Coluna Vertebral já está on-line no Bigorna

Também recomendo a excelente coluna do Gonçalo Junior.



Escrito por Leo Santana às 21h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




Durval Filmes

Antes que eu comece a falar sobre o filme, uma coisa precisa ser dita: O Filme é excelente!

Você sabe quando um fimle é bom quando ele tem um tratamento especial. E Durval filmes o teve. Desde o seu início, durante uma simples e fantástica apresentação dos créditos (Acho que nunca me interessei tanto por uma apresentação de créditos como neste filme) , passando pelas atuações maravilhosas de Ary França, Etty Figueira (Acho que é esse o nome) e da Marisa Orth, sem falar na menininha do filme e a participação sempre especial do André Abujamra como o Fat Marley, ficando o pé na trilha espetacular e se amarrando num roteiro muito bem construído.

Por tudo isso, Durval Discos é um filme excelente.

Mas por que eu não gostei de Durval discos ? É simples. O filme , até sua metade, nos leva a crer que é um suave fime familiar sobre a redescoberta da alegria de duas pessoas solitárias e presas no tempo. Mas do meio pro fim, percebemos que , na verdade, trata-se de um filme de terror. O que, para alguns, não deve ser ruim. O meu problema é que, mesmo o roteiro estando impecável, eu torci o nariz para essa mania que o brasileiro tem de transformar tudo numa tragédia.

Tivesse a diretora do filme (Que ontem estava na ponta da lingua mas que agora tenho preguiça de procurar), desenlinhado os nós que haviam em Durval e sua mãe através da pequena kiki e mostrado que os seres humanos só precisam de um verdadeiro amor (No caso o amor desinteressado e sem pedir nada em troca pela doce kiki) para se tornarem seres humanos melhores, ela corre na direção contrária e mostra qu o amor, mesmo por uma criança, pode se tornar numa obsessão que leva a tristeza e a morte e que só nos faz parecer com os monstros que muitas vezes não somos mas que os outros insistem em nos pintar.



Escrito por Leo Santana às 22h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




últimas novidades do Bigorna:

Destaques:
Bigorna completa seu primeiro ano de existência virtual!
Super Cards com heróis nacionais
Exposição O meu Brasil é com S - Novos Designers no IED-SP
Arquivos HQB #0
Carne Mijada, o fanzine underground brasileiro
Como foi: palestra com Eduardo Barbier, editor da La Bouche du Monde
Divulgada a capa de OMAC #2, com arte de Renato Guedes

Colunas:
O Homem do Patuá - Gibizóide, por José Salles
Quadrinhos e História  - Quadro a Quadro, por Ruy Jobim Neto
Batman e o pingüim - Bigornadas, por Marcio Baraldi

HQB Lançamentos:
Peixe Frito #3
Inflavio #1
Prismarte Especial Copa 2006
Billy the Kid & Outras Histórias #2

Notícias mais recentes:
Nova edição do Anime Evolution (RJ)
A Arte recicla a vida e Acrílico sobre tela: mostra gratuita (RS)
Neorama dos Quadrinhos Web TV
Fotolog de Luke Ross está no ar
CowParade em Belo Horizonte (MG)
Conheça o site de Caio Majado

Destaques do BigornaPOP:
Comics - Corto Maltese, Madman e Nexus, pela Pixel
Comics - Opera Graphica lança 100 Balas – Samurai
Cinema - O Violino



Escrito por Leo Santana às 18h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




Diversos

Outra vez meu blog tá cheio. Não há mais espaços para imagens. Tenho que excluir as mais antigas para colocar coisa nova no ar. E justo agora que tinha uns desenhos legais do Ricardo Anderson, Carlos Brandino e do Mauro Barbieri para mostrar pra vocês.

Isso tudo só reforça a minha vontade de criar logo o meu site e acabar com esses pequenos problemas. Mas isso gera outro problema: pra criar meu site vou ter que acabar com o SexComicsBr. O problema é que não dá pra manter ($) dois sites no ar sem nenhum dos dois dar retorno. Com o meu site, pelo menos, posso colocar algumas revistas nas quais participei para vender e, pelo menos, o custo de um único site dá pra manter. Um outro problema com o SexComicsBr é que ele não conseguiu, apesar de receber bastante colaborações de amigos, formar uma (na verdade várias) equipe para produzirmos novos quadrinhos para o site e para outras mídias. Eu consegui criar cinco séries para alimentar o site mas, infelizmente, não deu para os desenhistas desenvolverem as séries de uma forma seriada, em produção. Mas serviu de experiência e, tenho certeza, abriu ou abrirá algumas portas para todos nós que publicamos lá. Pretendo continuar produzindo alguma coisa em parceria e para o Fábio Turbay.

Assisti HOTEL RWANDA e realmente me ferrei. É um filme excelente de uma gente que podia muito bem ser a brasileira (Qualé! Estamos muito mais para a África do que para Os EUA, my friends!) e que se transforma em assassinos (eu ia usar a palavra "animais", mas nem mesmo os animais matam com tanta crueldade e sem necessidade) matando homens, mulheres e crianças simplesmente por que eles são de uma outra tribo. Aliás, a verdadeira razão por que os hutus querem matar os totsies (As duas tribos) nunca aparece em suas verdadeiras cores. Em filmes de guerra - sim, isso é um filme de guerra - fica sempre fácil saber o por que as pessoas estão lutando , quem são os inimigos e por que eles são os inimigos. Nesse filme, tudo o que vemos são pessoas matando pessoas. Não sabemos exatamente o por que. Foi a primeira vez em que entendi de fato o que é uma guerra. Pessoas se matando de um lado e do outro sem que a gente saiba exatamente o por que. Chorei feito uma mulherzinha quando o Paul decide ficar, mesmo tendo visto para partir, e ajudar aos refugiados que ficaram no Hotel. Vai se lascar!!!! Que filme ducaraca !!!!! Os homens são loucos e a humanidade está perdida.

Errata: a coluna vertebral estréia dia 31 de MAIO. Obrigado ao Erick Artman por ter me dado o toque.

Fiquei encarregado de escrever um roteiro para o amigo e parceiro fiél Maruício Figueiroa sobre seus heróis: OS SÚPEROS. Ainda estou amadurecendo as idéias e me inteirando melhor com os personagens mas há um slogan que não me sai da cabeça quando penso em escrever suas histórias: SALVAR O MUNDO NUNCA FOI TÃO DIVERTIDO! Vamos ver como vai ficar.

recebi esboços do amigo ALLAN GOLDMAN com mais 4 páginas de AS AVENTURAS AMOROSAS DE JOSEFINA. Esta história tem tudo para dar um luxuoso álbum. Será que vamos conseguir alguma editora interessada em publicá-lo? ah, só o tempo dirá...



Escrito por Leo Santana às 17h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




Coluna Vertebral



Estréia dia 31 de março, no site do Bigorna, a minha coluna quinzenal chamada COLUNA VERTEBRAL. Pra mim foi uma honra ser convidado para colaborar ainda mais ao site. É bom, sobretudo, quando as pessoas reconhecem em nós, algo mais que nós próprios não reconhecemos ou relutamos em aceitar. Eu não acho que sei de tudo mas, de uma coisa eu tenho certeza: Eu sou de perguntar ! Eu me pergunto o verdadeiro por quê das coisas e, a partir das prováveis respostas, procuro organizar meus pensamentos em torno de linhas lógicas.

Quando eu era adolescente, ainda no Rio Grande do Norte, eu editei um fanzine chamado CALIPIGIA SISTER NÃO MORREU, que teve duas breves edições com pouquíssimos exemplares impressos e distribuidos em mesas de um bar de amigos chamado EL CHACO. Não cheguei o 3º número mas a capa tinha um cara - um bad boy - numa cadeia fumando um cigarro e com várias frases escritas na parede. Uma delas era EVERYBODY HATES A MAN WITH OPINION. Não sei quem disse ou de onde tirei a frase, mas ela tem martelado muito a minha cabeça nesses últimos dias. Espero que eu possa usar o espaço com responsabilidade e sapiência para, de qualquer forma, poder ajudar a tirar um pouco do véu que cobre esses tais de quadrinhos que funcionam no mundo todo, menos no Brasil. Quer dizer, não para os artistas do jeito que deveriam funcionar.

Ah, a logomarca da coluna foi feita pelo Will, criador do Sideralman. Ficou super-legal, não foi?



Escrito por Leo Santana às 17h17
[   ] [ envie esta mensagem ]




Novidades super-legais no Bigorna de hoje

Resenha: Brado Retumbante #4

E mais
Arquivos HQB #0
Super Cards com heróis nacionais

E muito mais no Bigorna



Escrito por Leo Santana às 10h24
[   ] [ envie esta mensagem ]




Prismarte Especial Copa 2006

Aqui



Escrito por Leo Santana às 16h11
[   ] [ envie esta mensagem ]




Para entender Leonardo Santana I

Eu estou jogando Call Of Duty 2 e o jogo é um verdadeiro inferno! Parece que a gente realmente está na segunda guerra mundial!!! E quando eu estou jogando, entre fogo cruzado, explosões, gritaria dos soldados aliados e nazistas, eu viro uma máquina assassina avançando e abrindo fogo impiedosamente contra meus inimigos como um verdadeiro psicopata sedento de sangue.

Ao mesmo tempo, domingo, quase chorei assistindo ao TRAILER (isso mesmo, apenas o trailer) de HOTEL RUANDA.

Vai entender...



Escrito por Leo Santana às 23h19
[   ] [ envie esta mensagem ]




Trivialités

Ontem fui a locadora e quase morri de tanto rir. Ao pegar um filme chamado 'Racha num se lá das quantas ou coisa parecida', que tinha sido feito baseado na hq Initial D, um mangá. Até aí, tudo bem, o problema foi que na capa, como uma mirabolante iniciativa de marketing, os caras colocaram, prestem bem atenção: BASEADO NA HQ 'MANGÁ'. KKKKKKK!!!! Isso mesmo, as antas acharam que a hq que tinha servido de base para o filme era esse tal de mangá, ao invés de Initial D. KKKKK!!! Essa foi demais!!!!

Ando as voltas com a letreirização de uma hq antiga minha da VELTA. Normalmente eu a deixaria pra lá, mas é que gostei tanto dessa história que resolvi levá-la adiante, apesar dos pesares. Os desenhos ficaram por conta do ORLANDO MARO e eu já comentei ela aqui. Após tentar impedir a fuga de alguns bandidos, Velta leva uma bala na cabeça e vai pra terra dos pés juntos onde se encontra com Kátia, o seu Alter Ego. É claro que ela não foi para a terra dos pés juntos mas no encontro das duas, apesar de rápido, eu consigo colocar um monte de questões psicológicas interessantes sobre a personalidade fragmentada da Velta. Quando terminar de legendar, vou mandá-la para o Francinildo Sena publicá-la nos HERÓIS BRAZUCAS. Para alguns poucos amigos que não acompanham o fanzine, devo enviar uma cópia ou um link para eles poderem me dizer se ficou legal ou não.

Aliás, modéstia a parte (um grande amigo meu dizia-me: A modéstia é o esconderijo dos fracos!), eu procuro em meus roteiros, sempre acentuar o papel psicológico dos personagens, despir seus uniformes coloridos e mostrar-lhes um pouco, ou muito, de suas personalidades. Foi assim nessa aventura da Velta, foi assim num roteiro da Pacificadora (Do Leo Duarte) que eu acredito também ter conseguido passar muito da mulher por trás da máscara e foi assim num roteiro inédito que escrevi de cabala onde ela enfrenta uma gang de mercadores de escravas brancas. E foi assim também na história do Crânio que acabei de escrever. mal posso ver todas essas hqs desenhadas.

Mas aprendi que os leitores não querem ver só isso. Eles querem PORRADA! E, de vez em quando, eu procuro não frustrar-lhes. É claro que eu sou tão hábil farsante que eles nem percebem que o que me importa mesmo são as lágrimas, os sorrisos e as palavras ditas ou não ditas pelos bonecos no papel.

Mas não pensem que não gosto de uma história com bastante ação. Ao contrário! Eu adoro! As vezes fico maravilhado com a criação de cenas de ação. É como um sedutor balé em câmera lenta. Meu projeto secreto que mostrei há algumas postagens atrás e que tem os desenhos do Ricardo Anderson, tem tido algumas doses extras de adrenalina que tem me deixado sem fôlego quando estou escrevendo. Só espero que o Ricardo possa entender todas as maluquices que estou colocando no papel.

Por falar em legendar, eu ODEIO legendar. Simplesmente odeio! Depois de legendar a Velta, tenho que legendar EGOTRIP - PROCESSO CRIATIVO, uma divertida história onde eu mostro boa parte de meu processo de criação e que foi desenhada por MAURO BARBIERI. Se eu conseguir enrolar o Milson (Da PRISMARTE) passo pra ele legendar.

Assisti KING KONG, o macaco-ninja. Bom, o filme é tipo "ame-o ou odeie-o". Eu adorei. Não se fala mais nisso, ok?

Procura-se desenhista competente para encarar história com o RAIO NEGRO com 19 páginas. O último que arranjei, desde janeiro, não me dá notícias e nem atende minhas ligações. Algum maluco se habilita ?  Essa história faz parte de um projeto em conjunto que estamos desenvolvendo, ainda timidamente, eu o Alexandre Lobão, Jackson Gebien, Marcos Santiago e o Carlos Henry. Na verdade, a coisa toda aconteceu assim: eu escrevi um roteiro sobre  A última aventura do Raio negro que cobre seus últimos dias como herói nos conturbados anos 60, seu desaparecimento e seu destino nos dias de hoje. A turma gostou tanto que partiu desse roteiro e criou um projeto de revitalização do personagem. E o que é melhor: tudo isso com o aval do próprio GEDEONE!

Fui convidado pelo Eloyr para estrear uma coluna quinzenal no BIGORNA. Falta um nome legal. Alguém poderia dar uma força, aí ?

Nem sempre, mas, quando puderem, comentem. Eu sinto os amigos mais próximo, assim, ok?



Escrito por Leo Santana às 12h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




AHQB - O ZINE

Conforme prometido...

Capa do n# 0 pelo fabuloso Prof. Gerson Witte. Mais informações no decorrer da semana, COM EXCLUSIVIDADE, no BIGORNA

Também recebi a ilustração do Jean Okada para o especial METRÓPOLES que eu e o MAURÍCIO FIGUEIROA estamos preparando. Vocês pdoem dar uma olhada no esboço da ilustração aqui



Escrito por Leo Santana às 14h39
[   ] [ envie esta mensagem ]




Votação HQ MIX
(E essa é a última vez que eu falo sobre ela, ok?)

bom, acabei de exercer meu papel de bom quadrinhista e posso dizer que terminei o processo de escolhas para o HQ MIX 2005. Nem de longe, léguas eu diria, passa pela minha cabeça dizer que me escolher para votar no HQ MIX foi uma boa idéia. Eu posso afirmar com certeza que apenas 30% das categorias eu votei com gosto e com decisão. Algumas destas foram muito difíceis por que tinha trabalhos de quem eu conhecia vários trabalhos mas não conhecia aquele trabalho exato que estava sendo julgado. Nesses, fui na intuição.

houve casos em que eu não conhecia absolutamente nada, com em publicações de humor, eu acho. Nestes votei nos que eram independentes. Uma forma de protesto. Achei melhor do que deixar em branco. Aliás, bom ou mal, acho que sempre temos que escolher e, depois, pagarmos o preço (ou os louros) de nossas escolhas.

E houve, é calro, aqueles que eu não ligava a mínima pra quem ganhasse que eram os casos das escolhas dos estrangeiros. Talvez, se houvesse uma catagoria específica para cada um , nacional e estrangeira, me interessasse mais. Mas quando eles estavam como únicas e exclusivas opções, perdia muito do meu entusiasmo.

Agora, dizer que não foi interssante, aí já é outra história. Acho sim, que votar é uma forma de tentar modificar as regras do jogo. mesmo que seu voto não seja relevante no todo, você tem a certeza de que foi lá e fez o melhor para modificar as engrenagens da roda. Com certeza, com o aumento e a diversidade de cabeças que existem votando, o HQ MIX se torna aberto a algumas surpresas e, com certeza, a muitas convicções.



Escrito por Leo Santana às 21h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




WORKWORKWORK

Tenho negligenciado um pouco meu blog pelo simples fato de, uma vez mais, não estar conseguindo organizar melhor meus horários para estudo, trabalho, família e quadrinhos. Espero diminuir mais as postagens entre uma e outra.

Deixo vocês com a notícia de que AHQB - O ZINE, já está pronto faltando apenas alguns pequenos ajustes. A data de previsão de lançamento é de 05 de junho e, no próximo post eu coloco aqui a capa magistralmente desenhada pelo Prof. Gerson Witte.

Um grande abraço a todos e não se esqueçam de me visitar, ok?



Escrito por Leo Santana às 20h30
[   ] [ envie esta mensagem ]




Entresafra

É como eu chamo aquela época onde você tem um monte de coisa pronta mas , ou tá em produção por parte dos desenhistas, ou tá na fila de espera de alguma publicação independente. E eu odeio as entresafras. Gosto quando está tudo pipocando. Fazer o quê, né ?

acabei de escrever um roteiro para o Crânio. O Francenildo sempre me pediu mas eu não queria escrever qualquer coisa. Queria fazer algo especial. Não sei se ficou legal, mas pelo menos eu achei. A história toda se passa sem nenhum texto. Nem onomatopéias eu coloquei. Talvez depois de pronta, seja preciso colocar. Eu escrevi a história toda pensando no Crânio desenhado pelo samuel Bono. E vou falar com ele pra ver se ele topa desenhar. Agora é torcer pra que sim, né?


Crânio por Samuel Bono



Escrito por Leo Santana às 22h36
[   ] [ envie esta mensagem ]




Bigorna

Destaques:
Projeto HQCD ...e o som virou quadrinhos!
Reacionário, eu?!, artigo de José Valcir sobre o Projeto de Lei 6581/06
Avenida Dropsie, de Will Eisner, no Teatro Alfa (SP)
Lançamento do zine Putzgrila #2 na Virada Cultural
Revista de design Zupi: lançamento na FNAC Paulista (SP)
Preview de Casanova #1, de Gabriel Bá
Mostras de cinema e exposição Dos traços aos retratos no Campus Monte Alegre (SP)
Conheça as revistas independentes de Pablo Casado

Palestra:
Editor de La Bouche du Monde em SP - participe da palestra de Eduardo Pinto Barbier no Planeta Tela

Colunas
Utilidades do martelo do Thor - Bigornadas, de Marcio Baraldi

Notícias mais recentes:
Ziraldo na 4ª Bienal do Livro de Campos (RJ)
Design.exe 2006 em Londrina (PR)
54ª Salão de Belas Artes de Piracicaba: Inscrições abertas
Mostra Bienal Nação HQ em junho (MG)
17ª Edição do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo
Conheça o fotolog do Zine Subterrâneo

Destaques do BigornaPOP:
Séries de TV - Saikano estréia no Animax
Séries de TV - Kappa Mikey estréia no Nickelodeon
DVD - Angel – primeira temporada
DVD - 1ª temporada de The Dead Zone – O Vidente
Comics - Fábulas e Preacher pela Devir
Comics - Zorro #2, de Sidney Lima, nas bancas



Escrito por Leo Santana às 18h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




PALESTRA GRATUITA SOBRE HQ
Por Eloyr Pacheco

www.planetatela.com.br e www.bigorna.net apresentam

La Bouche du Monde – A epopéia de uma publicação independente franco-brasileira.

Palestra gratuita com Eduardo Pinto Barbier

* para reservar sua vaga mande email para cursos@planetatela.com.br

O quadrinhista Eduardo Pinto Barbier, editor da revista La Bouche du Monde, chega ao Brasil, mais precisamente a São Paulo, no dia 18 de maio, depois de mais de uma década residindo na França.

No dia 23 (terça-feira), a partir das 19h30, aproveitando a estada de Eduardo Pinto Barbier em São Paulo, o Planeta Tela Espaço Cultural e o site Bigorna.net promovem a palestra “La Bouche du Monde – A epopéia de uma publicação independente franco-brasileira”, na qual Eduardo discorrerá sobre a trajetória da revista que edita, a primeira publicação independente franco-brasileira de Histórias em Quadrinhos.
A La Bouche du Monde surgiu como o fanzine “A Boca no Mundo” em Belém e depois que Eduardo se mudou para a França rompeu as fronteiras da língua para apresentar novos quadrinhistas ao mundo. Eduardo, além de abrir espaço para artistas brasileiros na França – onde participa de inúmeros eventos –, também publica cartunistas de todo o mundo.
Para saber mais sobre Eduardo Pinto Barbier leia a entrevista veiculada no site www.bigorna.net, no link http://www.bigorna.net/index.php?secao=entrevistas&id=1141182866

Serviço:
Palestra: La Bouche du Monde – A epopéia de uma publicação independente franco-brasileira
Dia: 23 de maio, terça-feira
Horário: a partir das 19h30
Local: Planeta Tela Espaço Cultural
Endereço: Rua Humberto I, 981 – Vila Mariana
Vagas limitadas
inscrições pelo e-mail: cursos@planetatela.com.br ou pelo telefone: 5081 5810 ou 5908 0045.
Entrada franca
www.planetatela.com.br



Escrito por Leo Santana às 21h47
[   ] [ envie esta mensagem ]




Novas Sementes

Uma amostra de mais uma semente plantada por mim e pelo RICARDO ANDERSON de um projeto do qual ainda não posso falar mas que, também, muito me orgulha. Ele ainda deve demorar a pintar por aí, mas vocês vão acompanhando o que for aparecendo de novidade. Ricardo Anderson é um dos desenhistas (Juntamente com o Mauro Barbieri e o Maurício Figueiroa) que é parceirão mesmo. Daqueles que eu posso contar a qualquer hora e em qualquer lugar.

Outros projetos em andamento

Estão em fase de produção os roteiros da Tianinha que enviei pro Laudo (9 roteiros até agora) , estou contactando alguns desenhistas para desenhar um roteiro do projeto Conspirações no Brasil, capitaneado pelo Ivan Carlo e o Antônio Éder, Estão sendo produzidas duas hqs do meu projeto pessoal Adaptações (A Cartomante está como Ricardo Anderson, o mesmo do desenho acima, é o Consultório sentimental de Myrna está com o Mauro barbieri). Aliás, o Mauro Barbieri acaba de me entregar as páginas de Egotrip - Processo criativo que devo legendar este final de semana. Bom, que eu me lembre, por enquanto, é só. Mais novidaes assim que eu me lembrar.

Ah, e agora em junho deve sair o AHQB - O ZINE. Mais detalhes, quando estiver tudo certo e não houver mais possibilidades de dar errado. Desculpem, sou supresticioso !



Escrito por Leo Santana às 10h23
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BIGORNA

É engraçado o rumo que as coisas tomam. Comecei colaborando com o Bigorna enviando as novidades que via e recebia pro Eloyr Pacheco meio como apenas pra ajudar a divulgar um monte de gente e coisas legais que passavam despercebidas no meio quadrinhistico nacional. Eu nem queria escrever nada por que achava que isso ia ocupar ainda mais o tempo que eu já não dispunha.

Mesmo assim, após o convite do Eloyr para colocar, de fato, a mão na massa, eu comecei a dispor um pouco mais do tempo (Que eu ainda continuava sem ter) para fazer uma coisa que eu julgava de fato importante: ajudar a todos aqueles que não tinham ou não sabiam como divulgar ainda mais seu trabalho.

E, hoje, fico feliz em ver que acabei  entrando de cabeça nas engrenagens do Bigorna e estou conseguindo manter uma certa regularidade de notícias, novidades e, o mais importante, as resenhas, onde posso mostrar quadrinhos que as pessoas , mesmo envolvidas com a área, dificilmente conheceriam por livre e espotânea vontade.

Por estar colaborando como Bigorna, deixei de postar muitas novidades por aqui, mas convido a todos para darem uma passadinha lá, mesmo que de vez em quando. E para ajudar na lembrança, estarei colocando aqui, uma vez por semana, um resumo dos destaques da semana (Cortesia do Humberto Yashima).

Destaques:
Chapa Quente: HQ de André Kitagawa adaptada pelo Cemitério de Automóveis
Linhas Tortas altera sua linha editorial
Cartunistas nos 10 anos de UOL
Novo projeto de Fernando Ventura
Truko - A HQ que virou filme 
Como foi o lançamento do livro Benício, de Gonçalo Junior
Adriana Melo em Witchblade, da Top Cow/Image
O resultado do 3º Concurso Folha de Ilustração e Humor

Colunas
Meteorologia - Bigornadas, por Marcio Baraldi

Notícias mais recentes:
O Novo Cinema em São Paulo no Centro Cultural São Paulo
Siblings: exibição do curta e debate na FNAC Curitiba (PR)
Workshop de aquarela na UniverCidade (RJ)
Veja as capas de Casanova, de Gabriel Bá
III Concurso de Contos da Scarium MegaZine
Corto Maltese – Sob o Signo de Capricórnio: lançamento e bate-papo na FNAC Paulista (SP)
Aulas de Mangá e HQ no SESC Ipiranga com Alexandre Nagado (SP)

Destaques do BigornaPOP:
HQ Européia: Resenha: O Gato do Rabino
DVD - Os Simpsons: Sétima temporada
DVD - Lançamentos da Universal em maio
Séries de TV - Estréia a série Sleeper Cell, no Telecine Premium
Séries de TV - Estréia The Grid, no canal FX
Comics - Coração do Império e Shockrockets pela Pixel Media



Escrito por Leo Santana às 23h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Escutando

The Strokes

http://rapidshare.de/files/4633127/ts-roomfire.rar.html

Pra mim, música tem tudo a ver com quadrinhos.



Escrito por Leo Santana às 14h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




CONSIDERAÇÕES SOBRE O HQ MIX - PARTE II

Acebi de receber o seguinte e-mail:

PROCESSO DE VOTAÇÃO DO 18º TROFÉU HQMIX
OS MELHORES DE 2005

Amigos votantes,
Raras são as atividades produtivas que não se envolvem com o universo do design e das artes gráficas nos dias que correm.
Por seu perfil e seu natural envolvimento e interesse pela a área das humanas, dos quadrinhos, da ilustração, do texto, da animação e do
humor gráfico, você é um dos 1.200 profissionais selecionados no país para eleger os destaques  no 18º Troféu HQMIX, melhores de 2005. Nos próximos dias receberá um e-mail com login (nome do usuário e sua senha pessoal) para acessar a cédula com as 43 categorias que concorrem aos melhores do ano de 2005.  Você não precisa, porém,  votar em todas elas, apenas naquelas nas quais  se sentir mais à vontade para opinar. Contar com seu voto é uma honra e uma necessidade para tornar esta distinção ainda mais consistente em sua 18ª edição anual. A apuração dos votos será feita com acompanhado por auditoria de advogado da Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil-OAB, preservando assim a lisura dos procedimentos. A seguir, algumas instruções para poder votar corretamente.

1 - Para cada categoria existem sete indicações selecionadas pela
Comissão de Organização do Troféu HQMIX e mais o item “outros” caso
não concorde com nenhuma indicação citada.
2 - A votação estará aberta até o dia 31 de maio às 23h00.
3 - Até a data de vencimento você poderá mudar seu voto, caso ache
necessário. Por essa razão recomendamos que estudem bem os lançamentos
aos quais tiveram acesso para não haver dúvida.
4 - Você deve votar apenas nas categorias nas quais se considerar
apto a analisar com segurança.
5 - Qualquer irregularidade na votação poderá anular seu voto.
6 - Todo o sistema de votação estará sendo acompanhado por auditoria
de advogado da Comissão de Ética da Ordem dos Advogados do Brasil-OAB,
para garantir a lisura do processo e seus resultados finais.
7 - Serão considerados vencedores os nomes mais votados. Caso haja
empate a decisão de desempate será da Comissão de Organização do 18
Troféu HQMIX.

Desejamos uma boa votação e contamos com a sua presença na entrega dos
troféu HQMIX, no dia 11 de julho de 2006, às 20h00 no SESC Pompéia,
Rua Clélia, n.93 - Lapa em São Paulo. Uma ótima oportunidade para a
confraternização da classe em mais uma festa que é de todos nós,
conduzida pelo Serginho Groismman.
Agradeço antecipadamente sua participação.
Atenciosamente.

Zélio Alves Pinto
presidente do 18 HQMIX
www.hqmix.com.br

OBS: Os grifos em negrito são meus (LS)

**********

Agora, as novas considerações...

Eu não conheço ninguém do HQ MIX. Quero dizer, não tenho contato com nenhum dos organizadores. Sei que é o Gual e já ouvi falar do Jal, mas nunca troquei uma letra sequer com eles. Tampouco conheço o Zélio Pinto (Engraçado, né? Zele o Pinto? Desculpe, eu não resisti!). Mas acabei de receber esse e-mail sendo convocado a votar. Não sei , sequer, como eles conseguiram meu e-mail. A minha intuição me diz que eles nunca ouviram falar em Leonardo Santana mas, mesmo assim, talvez para o azar deles, eu fui selecionado de algum forma bizarra para votar no HQ MIX.

Bom, como eu já citei anteriormente, tem muitas coisas que eu não concordo no HQ MIX. Mesmo assim, sei que eu não vou conseguir mudar o sedutor jogo de lobby que é o que realmente rege premiações desse tipo. Mas já que me foi dado a oportunidade de votar, tentarei seguir o meu senso de certo e errado e escolher não somente entre os que foram indicados (O que seria mais fácil, mas não exatamente correto) e dar meu voto para aqueles que realmente foram ou fizeram os quadrinhos nacionais melhores no ano de 2005. E, se eles deixarem uma janela aberta, vou mandar as observações de meu úlitmo comentário (Que comment que nada!) para quem sabe eles possam refletir sobre isso.


 



Escrito por Leo Santana às 16h57
[   ] [ envie esta mensagem ]




Considerações sobre o HQ MIX:

Em primeiro lugar fica evidente uma certa confusão dos organizadores quanto à real importância de se preservar o nacional do estrangeiro. Nas seções desenhistas e roteiristas , nós temos a divisão entre artistas nacionais e estrangeiros. O que não acontece em outras seções como revista de terror e etc.

Em roteiristas nacionais, faço coro ao Caio Cristiano (Do Gibiblog) e também sinto falta do Wander Antunes (Mesmo sem ter lido nada dele) mas, mesmo sem conhecer todos os indicados, acredito que houve uma seleção digna de mostrar a todo mundo que , no Brasil, não existe só desenhistas com talento.

Mas, logo em seguida, os responsáveis criam a categoria desenhista revelação e se esquecem dos Roteiristas revelação. Questão cultural mundial que ainda acha que , em quadrinhos, só existe desenhista.

Continuo achando que nas categorias REVISTA INFANTIL, PUBLICAÇÃO DE HUMOR, PUBLICAÇÃO MIX (o que porra Marvel max tinha que estar fazendo ali?) , PUBLICAÇÃO DE TERROR (não conheço essas criaturas da noite, mas Dilan Dog? Pô, aí é sacanagem! Mesmo achando que as outras publicações nacionais citadas, em especial a Manticore, tenham condições de ganhar fácil), PROJETO GRÁFICO, ÁLBUM INFANTIL, PROJETO EDITORIAL e ADAPTAÇÃO PARA OUTRO VEÍCULO deveriam focar só nos quadrinhos nacionais ou ter categorias distintas para o nacional e o estrangeiro (Mesmo que isso só gere um ou dois concorrentes!). Ora, eles não criaram a categoria EDIÇÃO ESPECIAL NACIONAL E ESTRANGEIRA?

Outra discrepância , ao meu ver, é a categoria Publicação Independente. ora, mais de 50% de tudo que é produzido nacionalmente só o é por produção independente, então fica aí meio estranho, essa categoria.

Pró-zine e fanzine: É estranho, mas o Manicomics (Mesmo achando que o AREIA HOSTIL devesse ganhar pela sua qualidade gráfico-editorial), deveria estar em pró-zine por que envolve vários profissionais dos quadrinhos, como o  JJ Marreiro, Allan Goldman, Daniel Brandão. Então, ao meu ver, foi onde houve a maior confusão gerada pelos organizadores do prêmio. Não estou querendo tirar o mérito de ninguém que apareceu aqui, mesmo por que, conheço a maioria dos trabalhos e sei que todos tem qualidades. Mas deu espaço para muitas interpretações.

Em livro teórico, há , mais uma vez concordando com o Caio Cristiano, uma calamidade: nenhum livro da Marca de Fantasia indicado. Qual a razão disso? Acho que nós jamais saberemos... Sem contar que também deveria haver uma categoria nacional e outra estrangeira.

No site sobre quadrinhos faltou, com certeza o MELHORES DO MUNDO.

Bom, acho que é isso. tentei fazer uma crítica isenta do que eu acho. Não estou dizendo que estou certo ou estou errado. É apenas uma opinião e, como tal, cada um tem uma, não é mesmo?



Escrito por Leo Santana às 12h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




Meu tio matou um cara

Jorge Furtado já é, na minha opinião, um grande roteirista e um grande diretor nacional. Adorei o seu filme anterior, O HOMEM QUE COPIAVA, e adorei também este.

O filme é , na verdade, uma muito bem contada história de adolescentes onde o mistério do filme (Saber ou não se o tio realmente matou alguem) é apenas um pretexto para entrarmos na alma dos adolescentes e observarmos seus anseios e a descoberta do amor.

Como eu disse, a história é boa e muito bem contada. O único porém encontra-se no fim do filme onde, ao meu ver, Jorge Furtado desperdiçou uma ótima oportunidade de fechar o filme com chave de ouro com um anti-clímax que não funcionou.

E o fim de um filme, assim como o final de qualquer história é uma das partes mais importantes. Se ele não for excepcional, pelo menos não deve comprometer o que foi contado até então. E é justamente isso que Jorge Furtado faz: frustra o espectador e compromete seriamente o filme. Eu entendi o final do filme e a mensagem que ele queria passar, mas acho que, ao invés de supreender o espectador, ele o decepciona.

Ainda assim, é um filme que vale a pena assistir com certeza!



Escrito por Leo Santana às 18h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Recado Pro Mauro Barbieri

Mauro, por alguma razão não estou conseguindo lhe responder. Minhas respostas estão voltando de sua caixa postal. Pode se comunicar comigo através daqui do Blog ou de qualquer lista da qual eu faço parte.

O meu endereço é
AV. GOV. CARLOS DE LIMA CAVALCANTI, 3037, AP. 304
CASA CAIADA - OLINDA - PE
CEP: 53.130-530

Sobre a Myrna, ela não precisa ser igual a Márcia Goldshimdt. El pode ser uma loira na base dos 28 anos, bem bonita e acima de qualquer suspeita. Não me lembro quais eram as suas últimas perguntas, por isso diz aí se tem mais alguma coisa , ok?

Abs.



Escrito por Leo Santana às 09h43
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]


 
Histórico
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006
  01/07/2006 a 31/07/2006
  01/06/2006 a 30/06/2006
  01/05/2006 a 31/05/2006
  01/04/2006 a 30/04/2006
  01/03/2006 a 31/03/2006
  01/02/2006 a 28/02/2006
  01/01/2006 a 31/01/2006
  01/12/2005 a 31/12/2005
  01/11/2005 a 30/11/2005
  01/10/2005 a 31/10/2005
  01/09/2005 a 30/09/2005
  01/08/2005 a 31/08/2005
  01/07/2005 a 31/07/2005
  01/06/2005 a 30/06/2005
  01/05/2005 a 31/05/2005
  01/04/2005 a 30/04/2005
  01/03/2005 a 31/03/2005
  01/02/2005 a 28/02/2005


Outros sites
  # METROPOLIS
  # PRA QUÊ TANTO PODER?
  # CIÚMES
  # SOZINHO
  # SEGUNDA-FEIRA SANGRENTA
  # O CHAMADO
  Alan Moore Sr do Caos
  Alex Miranda
  All Silva
  Allan Goldman
  Areia Hostil
  Arquivos HQB
  Bad Girls Blog
  Crazy Claudinha
  Bigorna
  Brado Retumbante
  Carlos Brandino
  Clube
  Comic Art Community
  CQB
  Crazy Claudinha
  Daniel Brandão
  Denelson (Animes Free)
  10 pãezinhos
  Dumpalink
  El Lapadon
  ELMS
  Fantagraphics
  FotoLobo
  Gian Danton
  Gibi Blog
  Girls With Guns
  Glam0ur
  Hardbrasil
  Hector Lima
  International Hero
  Ivan Maurício
  JJ Marreiro
  Joacy Jamys
  Kamen Rider
  Kill My Day
  Lula Borges
  Macoratti - Programação
  Mangazinne
  Manoel
  Marcelo QM
  Márcio Takara
  Martelo
  Mauro Barbieri
  Musikaki
  Napalm Comics
  Nona Arte
  Nona Arte Blog
  Omedi
  Orbital
  Prismarte
  Prof. Gerson
  Quadrinhos Crepúsculo
  Rapadura Açucarada
  Revista Kaos
  Rodrigo Martins
  Samicler
  Sandro Marcelo
  Sci-Pulp
  Seabra
  stinkydonuts
  Seiren
  Superzines
  Time Killer
  Universo HQ
  Zine Brasil [Fotolog]
  Bubba Gump
  Jean Ok Flog
  Zona Negativa
  Marco Santiago
  Laudo
  banda erótica
  FAT
  Sivirino
  Attu Sees All
  Blogalizado
  Anderson Quespaner
  Jackson Gebien
  Warren Ellis
  Paulette
  Antônio Éder
  Relatório Alfa
  o Franco Atirador
  Gibizada
  Munich
  Fábrica de Quadrinhos
  Héroi
  HQ Maniacs
  Sobrecarga
  Candyland
  Cortante
  Neorama
  HQ NADO
  Subterrâneo
  Paulo Nery
  Joe Bennet
  Zuper blog
  Loblog
  Melhores do Mundo
  Roger Cruz
  Blog Dos Quadrinhos
  Raul TM
  LS FLOG
  Ricardo Anderson
  Baú da Grafipar
Votação
  Dê uma nota para meu blog